Embrapa conquista o prêmio Selo ODS 2022 e Melhores Práticas no SE

By | November 28, 2022

A Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE), por mais um ano consecutivo, recebeu o reconhecimento da Organização das Nações Unidas com o Selo ODS Social por seu compromisso na promoção da Agenda 2030 para promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O selo foi apresentado na noite desta sexta-feira (25) durante a abertura do Encontro Estadual ODS 2022, realizado pelo Movimento Nacional ODS/Sergipe na Casa de Apoio dos Advogados de Sergipe (CAA/SE), entidade empresarial vinculada à OAB. A Unidade da Embrapa sediada na capital sergipana também recebeu o Prêmio Boas Práticas ODS 2022, um reconhecimento especial às ações e iniciativas implementadas para promover o alcance efetivo dos ODS em Sergipe. Entre as organizações reconhecidas com o selo e prêmio de melhores práticas estão Escola e Colégio Amadeus, Companhia Sergipana de Saneamento (Deso), Fundação Mamíferos Aquáticos e Mandato Inclusivo da Vereadora Trans de Aracaju Linda Brasil. Para ver o álbum completo do evento no perfil da Embrapa na rede social Flickr, navegue pelas imagens abaixo utilizando as setas laterais. A analista de transferência de tecnologia da Embrapa Tabuleiros Costeiros Raquel Fernandes, que atua na Comissão local de ODS da Unidade, recebeu as homenagens representando a Embrapa. Os projetos apresentados e contemplados pela Embrapa foram Mulheres Rurais e Agroecologia – ações de pesquisa e transferência voltadas para a visibilidade e protagonismo das mulheres camponesas e extrativistas; e-Campo: Vitrine de treinamento online da Embrapa – cursos online sobre ‘Aquaponia residencial, ‘GiriNutri – uso de glicerídeos na alimentação de ruminantes’ e ‘Produção de sementes e ovos embrionados na agricultura familiar’; “Tecnologias validadas combinando destinação ambiental adequada e avaliação de casca e bagaço de coco.” O Encontro Estadual de ODS tem como objetivo geral implantar os ODS nas organizações, socializando, preparando e municipalizando os ODS em todos os municípios do Estado de Sergipe, realizando o sonho de uma sociedade mais sustentável. A iniciativa conta com diversos parceiros, como a Universidade Federal de Sergipe (UFS). A Embrapa e os ODS Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) foram estabelecidos pela Organização das Nações Unidas em 2015 e constituem uma agenda global para a construção e implementação de políticas públicas que visam orientar a humanidade até 2030. A pesquisa agropecuária nacional é uma forte aliada da O Brasil e o planeta no cumprimento das metas da Agenda 2030, estabelecida em 2015 pela Organização das Nações Unidas. Principal organização pública de pesquisa voltada para o desenvolvimento sustentável da agricultura no Brasil, a Embrapa, com suas 43 Unidades distribuídas pelo país, possui uma robusta agenda de P&D, gerando conhecimento e recursos tecnológicos de alto valor para a sociedade brasileira. A Embrapa tem vinculado sua atuação, direta ou indiretamente, a todos os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), com adesão a 58 das 169 metas que neles se desenvolvem. A Embrapa Tabuleiros Costeiros, cuja área de atuação se estende do sul da Bahia ao norte do Ceará, está alinhada a 18 desses objetivos, com pesquisa, transferência de tecnologia e cooperação técnico-científica em diversos setores, como coqueiro, agroecologia e agricultura familiar, inteligência territorial, agroenergia, produção de ruminantes, aquicultura, sistemas integrados e cereais, prospecção da biodiversidade e valor agregado. Acesse aqui a página temática sobre o desempenho da Embrapa em relação aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Nele é possível entender melhor como o trabalho da Embrapa está conectado a cada um dos 17 ODS. O espaço digital também mostra que a produção de alimentos alinhada à geração de inovação sustentável no campo contribui para a melhoria da qualidade de vida das pessoas, reduzindo o preço da cesta básica e a exportação de produtos brasileiros, o que movimenta a economia e traz recursos para país.

See also  As melhores plataformas P2E de 2022

A Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE), por mais um ano consecutivo, recebeu o reconhecimento da Organização das Nações Unidas com o Selo ODS Social por seu compromisso na promoção da Agenda 2030 para promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

O selo foi apresentado na noite desta sexta-feira (25) durante a abertura do Encontro Estadual ODS 2022, realizado pelo Movimento Nacional ODS/Sergipe na Casa de Apoio dos Advogados de Sergipe (CAA/SE), entidade empresarial vinculada à OAB.

A Unidade da Embrapa sediada na capital sergipana também recebeu o Prêmio Boas Práticas ODS 2022, um reconhecimento especial às ações e iniciativas implementadas para promover o alcance efetivo dos ODS em Sergipe.

Entre as organizações reconhecidas com o selo e prêmio de melhores práticas estão Escola e Colégio Amadeus, Companhia Sergipana de Saneamento (Deso), Fundação Mamíferos Aquáticos e Mandato Inclusivo da Vereadora Trans de Aracaju Linda Brasil.

Para ver o álbum completo do evento no perfil da Embrapa na rede social Flickr, navegue pelas imagens abaixo utilizando as setas laterais.

Selo ODS Sergipe 2022

A analista de transferência de tecnologia da Embrapa Tabuleiros Costeiros Raquel Fernandes, que atua na Comissão local de ODS da Unidade, recebeu as homenagens representando a Embrapa.

Os projetos apresentados e contemplados pela Embrapa foram Mulheres Rurais e Agroecologia – ações de pesquisa e transferência voltadas para a visibilidade e protagonismo das mulheres camponesas e extrativistas; e-Campo: Vitrine de treinamento online da Embrapa – cursos online sobre ‘Aquaponia residencial, ‘GiriNutri – uso de glicerídeos na alimentação de ruminantes’ e ‘Produção de sementes e ovos embrionados na agricultura familiar’; “Tecnologias validadas combinando destinação ambiental adequada e avaliação de casca e bagaço de coco.”

O Encontro Estadual de ODS tem como objetivo geral implantar os ODS nas organizações, socializando, preparando e municipalizando os ODS em todos os municípios do Estado de Sergipe, realizando o sonho de uma sociedade mais sustentável. A iniciativa conta com diversos parceiros, como a Universidade Federal de Sergipe (UFS).

A Embrapa e os ODS
Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) foram estabelecidos pela Organização das Nações Unidas em 2015 e constituem uma agenda global para a construção e implementação de políticas públicas que visam liderar a humanidade até 2030.

A pesquisa agropecuária nacional é uma forte aliada do Brasil e do planeta no alcance das metas da Agenda 2030, estabelecida em 2015 pela Organização das Nações Unidas. Principal organização pública de pesquisa voltada para o desenvolvimento sustentável da agricultura no Brasil, a Embrapa, com suas 43 Unidades distribuídas pelo país, possui uma robusta agenda de P&D, gerando conhecimento e recursos tecnológicos de alto valor para a sociedade brasileira.

A Embrapa tem vinculado sua atuação, direta ou indiretamente, a todos os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), com adesão a 58 das 169 metas que neles se desenvolvem.

A Embrapa Tabuleiros Costeiros, cuja área de atuação se estende do sul da Bahia ao norte do Ceará, está alinhada a 18 desses objetivos, com pesquisa, transferência de tecnologia e cooperação técnico-científica em diversos setores, como coqueiro, agroecologia e agricultura familiar, inteligência territorial, agroenergia, produção de ruminantes, aquicultura, sistemas integrados e cereais, prospecção da biodiversidade e valor agregado.

Acesse aqui a página temática sobre o desempenho da Embrapa em relação aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Nele é possível entender melhor como o trabalho da Embrapa está conectado a cada um dos 17 ODS. O espaço digital também mostra que a produção de alimentos alinhada à geração de inovação sustentável no campo contribui para a melhoria da qualidade de vida das pessoas, reduzindo o preço da cesta básica e a exportação de produtos brasileiros, o que movimenta a economia e traz recursos para país.